Meditação Que Leva a Intercessão – Salmos 1-2

 A Bênção Que Vem da Restrição do Mal e de Encontrar Prazer na Sua Palavra

O Espírito Santo liberou uma palavra que “2014 é o ano da revelação de intercessão.” Aquele ano foi o começo de um aumento exponencial de revelação de que o poder e os recursos de Deus são liberados a medida que a palavra de Deus é falada e cantada de volta para Ele.

Foi justo no ano 2014, o ano em que a Copa Mundial veio para o Brasil, que eu participei de um projeto de oração e justiça. Nós estabelecemos salas de oração de 24 horas durante toda a Copa na maioria das cidades. Também abordamos as prostituídas, trazendo o evangelho de uma forma seguro e saudável. Eu era o diretor desse projeto em Porto Alegre. Na época, tinha apenas uma sala de oração em Porto Alegre disponível para nos receber. Hoje, 2016, estamos correndo junto com aproximadamente 7 salas de oração! 

Intercessão começa com o receber da palavra de Deus e depois transformando-se em um diálogo com Ele. Salmos 1-2 são dois capítulos que o Espírito Santo esta destacando no momento. Salmo 2 é o que acontece em uma geração quando não abraça Salmo 1. Se não nos deleitarmos com a Sua palavra, então vamos, sem perceber, nos revoltar contra a Sua palavra.

“Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem-sucedido.” Salmos 1:1-3 ARA



Por Que Se Enfurecem As Nações?

Salmo 2 é um capítulo muito significativa e profética para a estação em que atualmente vivemos. Ele estabelece em 4 partes distintas aquilo pode nos fortalecer em nossa determinação de perseverança durante todas as estações da vida.

“Por que se enfurecem os gentios e os povos imaginam coisas vãs? Os reis da terra se levantam, e os príncipes conspiram contra o Senhor e contra o seu Ungido, dizendo: Rompamos os seus laços e sacudamos de nós as suas algemas.” Salmos 2:1-3 ARA

Deus começa chocando Davi sobre uma próxima geração que, globalmente, e abertamente declara guerra contra Deus e Seu Filho pelo seu desafio aberto Dele e de Sua palavra. Estamos testemunhando a crescente raiva das nações, e até mesmo na igreja contra Deus e Sua Palavra. Aqueles que têm grandes esferas de influência estão validando isso. Davi está vendo uma geração que quer se livrar das constrições e restrições da Palavra de Deus no que diz respeito à nossa sexualidade, nossa própria luxúria, etc ..

Da mesma maneira que Deus despertou David a esta realidade, então Deus esta despertando muitos hoje que O-buscam. Jesus mostrou para Davi o que Ele vê e como se sente, sendo um intercessor à mão direita de Deus, sobre a imoralidade sexual, e todas as consequências, incluindo o tráfico sexual que vieram com ele. A violação diária, o abuso diário, sem ninguém para ouvir e agir. Estamos vendo nações, pessoas, reis e juízes tanto virarem as cabeças em outra direção e tornar-se completamente entorpecidos a imoralidade e injustiça.

Da mesma forma Ezequiel foi pego no espírito viu as coisas abomináveis, as coisas detestáveis, as coisas perversas. Assim Deus interrompe as nossas vidas para deixar-nos experimentar um pouco do que Ele vê e sente o tempo todo .

O Pai Sobe ao Palco



“Ri-se aquele que habita nos céus; o Senhor zomba deles. Na sua ira, a seu tempo, lhes há de falar e no seu furor os confundirá. Eu, porém, constituí o meu Rei sobre o meu santo monte Sião.” Salmos 2:4-6 ARA

Deus leva Davi a ver feiúra desenfreada da humanidade, e em seguida, leva-o para o alto, para a perspectiva do Pai, e a Sua resposta. Ele primeiro nos leva para dentro da situação e depois nos leva para o alto, para ver a partir de Seu ponto de vista. Esta é uma enorme fonte de perseverança, de é saber que ele está envolvido e que ele está com raiva. Ele vê. Ele ouve. Ele se-importa. E Ele vai agir!

Isto reforça a nossa determinação de manter o curso sabendo que existe um plano seguro e resolvida no coração do Pai para confrontar e destruir estas rebeldias abertamente.

Jesus é entronizado no céu agora à mão direita do Pai. Ele quebrou o poder do pecado, morte e Satanás e deu toda a autoridade para a igreja. A plenitude deste verso se realiza na entronização de Jesus em Jerusalém, quando Ele voltar para governar todas as nações.

Jesus Declara o Decreto: A Resposta de Deus Quando As Nações se Enfurecem!



Na próxima cena, vemos uma apresentação de Jesus, e é nesse encontro que vemos a arma principal de Deus e da maneira que Jesus receberá sua herança e estenderá a vara do seu reino. É também este princípio que seguimos no corpo de Cristo:Intercessão.

“Proclamarei o decreto do Senhor: Ele me disse: Tu és meu Filho, eu, hoje, te gerei. Pede-me, e eu te darei as nações por herança e as extremidades da terra por tua possessão. Com vara de ferro as regerás e as despedaçarás como um vaso de oleiro.” Salmos 2:7-9 ARA

É absolutamente espantoso a colocação deste verso. Muitas vezes lemos textos como esses e passamos por cima sem pensar muito bem naquilo que está dizendo. É bom “diminuir a marcha” e meditar bem nessa realidade e deixar ela penetrar os nossos corações. Jesus vem e Sua estratégia principal de receber a sua herança é de declarar o que o Pai disse a Ele sobre a Sua vida e Sua vocação.

Jesus afirma que ele irá declarar o que o Pai já tinha falado com Ele. Isso, em sua forma mais pura, é intercessão. Perseverança em simplesmente dizer a Deus o que Ele nos diz para dizer a Ele.

Isso em se, sente muito fraco e é um ataque direto contra a nossa paradigma não renovada do que significa “impacto”. Deus escolhe as coisas fracas, tolas e insignificantes para confundir as coisas sábias, fortes e significantes deste mundo, para que, “nenhuma carne se glorie perante Ele.” As maiores portas da história humana foram abertas através do poder de orações aparentemente “fracas.” Atos 10

O próprio fundamento dessa intercessão é a revelação da filiação de Jesus. Ele recebe do Pai, “Você é meu filho.” Esta é a declaração mais íntima e poderosa e nos dá uma grande visão sobre uma das realidades que mais sustenta a nossa perseverança: INTIMIDADE.

A resposta de Deus é a elevação da casa de oração nas nações. Intercessão baseado na intimidade. Nós recebemos carinho do Pai que nos liberta do medo, da escravidão, rebeldia, e nos resgate para fora das nações em enfurecidas. A revelação do Pai e nossa filhação é o presente do Pai para nós.

Jesus governa através da intercessão. Deus vai levantar um remanescente escondido de intercessores que aprendem a edificar o Reino sobre seus joelhos em oração.

“Por isso, também pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles.” Hebreus 7:25 ARA

A Intercessão evolve do pedir para o romper. Esta é a transição do dizer para Ele o que Ele diz, ao declarar o que Ele diz para as nações, e ver o Reino romper na sociedade.

“Com vara de ferro as regerás e as despedaçarás como um vaso de oleiro.” Salmos 2:9 ARA

Em Atos 4, a igreja primitiva aplicou Salmo 2 no seu contexto e seguiu a progressão de Salmo 2 em pedir por um novo derramamento do Espírito Santo que resulta em proclamação ungido.

“porque verdadeiramente se ajuntaram nesta cidade contra o teu santo Servo Jesus, ao qual ungiste, Herodes e Pôncio Pilatos, com gentios e gente de Israel, para fazerem tudo o que a tua mão em o teu propósito predeterminaram; agora, Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos teus servos que anunciem com toda a intrepidez a tua palavra, enquanto estendes a mão para fazer curas, sinais e prodígios por intermédio do nome do teu santo Servo Jesus. Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus.” Atos 4:27-31 ARA



Agora, Seja Sábio: Servir com Temor: Alegrai-vos com Tremor, e Beija o Filho

Na luz de cenas anteriores, Davi agora se concentra nos reis, juízes e na liderança nas nações e nos chama a sermos sábios, humildes, e liderar na maneira que Jesus lidera. Ele chama as nações ao ministério de intercessão e humildade.

“Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos advertir, juízes da terra. Servi ao Senhor com temor e alegrai-vos nele com tremor. Beijai o Filho para que se não irrite, e não pereçais no caminho; porque dentro em pouco se lhe inflamará a ira. Bem-aventurados todos os que nele se refugiam.” Salmos 2:10-12 ARA

O maior apelo nesta hora é para a liderança no corpo de Cristo ouvir a sabedoria, ser instruído por ele e reorientar suas vidas e ministérios em torno dele. A sabedoria e a instrução do Salmo 2 é que a escuridão vai ficar mais escuro, Jesus é entronizado e está vindo para ser entronizado, e que a vara e o governo de Deus é liberado pela boca da igreja que ora. 
Precisamos de uma nova geração de líderes que têm um temor maior do que o temor ao homem e as suas opiniões, mas tem uma lealdade profunda e intimidade com a Palavra de Deus. A lealdade e intimidade que é o resultado de anos de oração, jejum e meditação.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s