Por Que Esta é Nossa Última Conferência Onething Por Alguns Anos

Hoje, dia 26 de outubro de 2018, Mike Bickle, fundador e diretor do IHOPKC (Casa de Oração Internacional em Kansas City, EUA) publicou a seguinte notícia.

Tradução: Danny Lima

 

Caro família e amigos IHOPKC,

Eu liberei algumas declarações nas últimas duas semanas sobre a minha convicção de nossa necessidade de um “reset” no IHOPKC, no movimento de oração e profético, e além. Meu coração por trás dessa redefinição era priorizar o encontro com Jesus de uma maneira nova e mais profunda. Comecei a pedir ao Senhor que falasse com nossa equipe de liderança sobre uma nova maneira de abordar a conferência de Onething este ano. Não imaginava tudo o que o resetimplicaria.

Por 20 anos, IHOPKC tem mantido uma expressão de oração com adoração 24 horas por dia, sete dias por semana, na nossa base missionária em Kansas City. Este processo diário é ao mesmo tempo belo para o Senhor e satisfatório para a alma, mas também é rigoroso do ponto de vista humano, porque envolve muitas partes móveis e dinâmicas complicadas. Quando considero o sacrifício e a eqüidade do suor por trás desse fluxo ininterrupto de adoração e oração, ele move profundamente meu coração com gratidão. Sou muito grato pelas 16.000 pessoas que estiveram envolvidas conosco em tempo integral nos últimos 20 anos – algumas por muitos anos e outras por alguns meses. Também sou muito grato por muitos amigos e apoiadores de longa data que nos amaram e abençoaram ao longo dos anos. Obrigado! Obrigado! Obrigado!

Deixe-me adicionar mais algumas reflexões sobre nossa jornada. Nos últimos 2-3 anos, passei muito tempo pedindo ao Senhor por Sua sabedoria e liderança para nos fortalecer em várias áreas onde somos fracos e deficientes como ministério. Senti que isso era uma realidade local e global, em graus variados, mas estava principalmente focado em nossa expressão local. Esse sentimento de deficiência não foi fácil de definir completamente, muito menos quantificar, mas me deixou inseguro e com um senso de urgência por mais Dele e por um maior alinhamento com Sua liderança. Eu sei que Ele tem mais para nós.

Depois de sinceramente perguntar ao Senhor o que significava, recebi parte da resposta do Senhor no mês passado (de 19 a 22 de setembro) quando 1.000 líderes chineses nos visitaram para celebrar nosso aniversário de 19 anos. Na maior parte do tempo não planejado, o “regresso ao lar” do Espírito Santo desencadeou uma resposta do coração surpreendentemente profunda em muitos em nossa base. Honestamente, fui pego de surpresa pela intensidade da emoção que foi despertada em todos os níveis do nosso ministério – em nossas casas, funcionários e família da igreja.

Estou convencido de que esse anseio reside profundamente na Igreja, embora ainda indefinido (como foi para mim). Muitos dentro e fora do movimento de oração e profético, e mesmo dentro da nossa equipe, vêm dizendo e sentindo coisas semelhantes por muitos meses, talvez até anos, mas não foi até visita dos nossos irmãos e irmãs chineses que conseguimos mais compreensão. Foi um momento revolucionário para mim, pessoalmente e para a nossa comunidade IHOPKC. Agora posso dizer com confiança que algo mudou em nossa alma corporativa – certamente na minha. O resultado simples e profundo é este: não é mais opcional, mas imperativo, que nos concentremos em nos aprofundar em Deus e crescer juntos como uma família. Dito de outro modo, estes devem se tornar uma realidade.

Localmente, temos muitos que tem amado a Jesus e tem amado uns aos outros – temos uma bela história juntos. No entanto, nem todos estavam desfrutando de nossa jornada corporativa – muitos se sentiram descontados, deixados de lado e deixados para trás. Isso não senta bem comigo. O Senhor tem enfatizado para nós nesta estação que “Há um lugar na mesa da família para todos nós”.

Lentamente, lacunas não intencionais se desenvolveram entre a nossa conexão do coração com Jesus e um ao outro em meio às ocupações de nossas vidas. Essas lacunas não são mais toleráveis ​​para mim e nossa equipe de liderança. Todos nós devemos ir mais profundo em Deus do que nunca, e devemos nos aprofundar juntos como uma família.

Eu e outros membros de nossa equipe de liderança pedimos o perdão de nossa família espiritual aqui em Kansas City por não fazer uma pausa real e significativa – tempo suficiente para avaliar a necessidade e o desejo da nossa família por uma sensação mais profunda de pertencer. A resposta da nossa comunidade foi tão graciosa. Muitos expressaram seu perdão e graça para mim, assim como o entusiasmo deles em engajar em nossa jornada juntos com um senso de esperança e aventura para as múltiplas facetas dessa redefinição.

Essa convicção e a nova realidade que se forma em nossa base alegremente me levaram a propor algumas mudanças radicais para nos posicionar ainda mais na graça como uma família de adoradores apaixonados por Jesus. Para esse fim, restabelecer o Onething foi um bom começo, mas não foi o suficiente. Então, aqui em nosso vigésimo ano de oração 24 horas por dia, sete dias por semana, nossa liderança sênior concordou unanimemente em colocar uma “pausa” em nossas conferências anuais e vários outros eventos e atividades pelos próximos anos (neste momento, não temos certeza de quanto tempo esta “pausa” continuará, nem quais atividades ela eventualmente afetará).

Portanto, esta será nossa última conferência Onething para o futuro previsível.

A razão é simples: precisamos de tempo para forjar uma conexão mais profunda com o Senhor, com um zelo e amor renovado por Jesus e uns aos outros no contexto real e robusto da família. Queremos crescer em uma vibração mais profunda em nosso espírito, receber e compartilhar percepções profundas sobre a beleza de Jesus e cantar novas canções com um amor renovado. Nosso amor vertical deve florescer como nunca antes, mas igual a ele é a necessidade de um profundo amor uns pelos outros. E tudo se resume em tempo para se concentrar nos relacionamentos.

Nos últimos 18 anos, os quatro dias de Onething em dezembro representaram um mínimo de quatro meses de trabalho multiplicado por centenas de trabalhadores resultando em milhares de horas de trabalho de cada departamento da nossa base missionária. Dedicamos com entusiasmo e gratidão nossos corações nestes anos, para que a conferência de Onething pudesse servir como um recurso e um ponto de conexão para muitos de nossos amigos envolvidos no movimento de oração de todas as nações, mas esse tipo de compromisso de tempo tem sido um custo para a nossa família local. Pode parecer contraditório, mas a conferência de Onething não é enfaticamente o problema. Longe disso! Nós honramos os muitos sacrifícios e horas de voluntariado que foram dados desde nossos incríveis motoristas de transporte aos nossos dinâmicos líderes de adoração, e somos gratos pelos milhares de amigos que vieram a Kansas City todos os anos. Somos gratos pelas várias bênçãos que Onething trouxe para centenas de milhares de pessoas ao longo de duas décadas. Mesmo assim, recebemos uma palavra profética há muitos anos (é muito querida para nós), que diz: nossa segurança existe em nós tornarmos próximos um dos outros”. Sentimos essa palavra nos pressionando de uma maneira especial nesta estação.

Para mim e minha equipe de liderança, a oportunidade de “cuidar do lar” de maneiras reais, mensuráveis ​​e focadas é de suma importância nesta próxima temporada prolongada. Esse foco relacional será fundamental para preparar-se proativamente para os dias vindouros – tanto nas bênçãos do grande reavivamento quanto nas pressões sem precedentes que certamente também virão. Queremos cortar nossas lâmpadas, obter óleo fresco e retornar à centralidade de Jesus em nossas afeições, conforme destacado nos comentários do Senhor sobre o estilo de vida de adoração de Maria de Betânia: “Uma coisa é necessária, e Maria escolheu aquela parte boa” (Lucas 10:42)

Esta re-simplificação do nosso propósito é vital se esperamos renovar nossa cultura de ministério de dentro para fora, mas uma ênfase igual é que também devemos ver e descobrir um ao outro neste contexto de afeição divina. Devemos pensar como família, não apenas como intercessores em uma missão ou administradores de um ministério de conferência.

Então o que vem depois? Ainda estamos descobrindo isso, mas tenho a sensação de que isso é apenas o começo. Igualmente importante é o que não mudou: a Sala de Oração Global e a oração 24 horas por dia, 7 dias por semana, com louvor, continuarão e ficarão mais fortes como resultado, assim como a webstream ao vivo. Nada sobre nossas principais operações, pessoal ou missão mudou. Na verdade, estamos muito encorajados, mas não podemos negar que o Senhor acabou de nos fazer uma cirurgia cardíaca inesperada, por isso estamos nos inclinando para intencionalmente criar mais espaço para o que Ele quer dizer e fazer. Cortar os não essenciais é essencial para a prosperidade do essencial. Quero reconhecer os muitos jovens que serviram na equipe de nossos primeiros anos, que agora são pais de adolescentes – e outra onda de jovens está chegando. Assim, novamente, a necessidade urgente é de um “reset.”

Peço desculpas pela interrupção que isso pode trazer para alguns que participaram regularmente da conferência Onething por anos. Garanto-lhe que não nos esquecemos de você. Queremos seguir a liderança do Espírito Santo em todos os níveis, privada e publicamente, mas agora isso significa mais tempo para se relacionar e conversar uns com os outros, mesmo enquanto continuamos falando com o Senhor. Isso é um tempo para as gerações caminharem juntas em plenitude, compartilhando suas alegrias e dores; para as famílias prosperarem e caminharem em nossa identidade como pais e mães espirituais, buscando o destino final e o bem-estar de nossos filhos e filhas. Estas são apenas algumas das coisas que acredito que o Senhor está acrescentando à essência do movimento de oração com adoração 24 horas por dia, 7 dias por semana, nos próximos meses e anos. Embora não planejemos realizar conferências durante vários anos, ainda assim obedeceremos a liderança do Espírito se Ele nos chamar para reunir pessoas para jejuar e orar à luz de uma crise em nossa nação, ou em Israel, ou em escala internacional, etc. E ainda teremos algumas reuniões menores com o objetivo de fortalecer o estilo de vida de Maria de Betânia (e o chamado missionário intercessor) e nossa conexão familiar com nossa amada família – locais e no exterior. Não temos certeza de como fazer isso da melhor maneira, mas estamos abertos a qualquer coisa que o Espírito possa nos mostrar que possa melhorar uma conexão mais profunda com Jesus e uns com os outros.

Para nós, “reset” significa que estamos dando à família IHOPKC (e a você!) “Permissão” para nos entregarmos a um amor mais sincero do que nunca. Teremos, sem dúvida, mais a dizer num futuro próximo, bem como na nossa conferência final de Onething, este ano. Estes são dias verdadeiramente importantes, mas o melhor ainda está por vir. Junte-se a nós.

Com carinho e gratidão,

91432471-2008-464b-8111-8056d6d57080-2561-00000280b9a9936f

Mike Bickle

Tradução: Danny Lima

Versão Original em Inglês

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s